Panfleto em defesa de estudantes e profissionais da educação contra cortes

Panfleto criado no contexto de votação de emenda que congelava o orçamento em saúde e educação por 20 anos (“Teto dos Gastos”). Bolsas de pesquisa também passavam por cortes. No mês de maio, ocorreram em pelo menos 172 cidades protestos e paralisações contra os cortes na educação. Neste contexto, o presidente Jair Messias Bolsonaro justifica o cenário afirmando que brasileiro precisa somente “ler, escrever e fazer conta”, negando a educação como um direito. O objetivo do panfleto era colocar o movimento NLHA ao lado dos trabalhadores da educação.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

15 de Maio de 2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos, educação

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / A4 dobrado

Direito autoral