Cancioneiro do 8M de 2018 no Rio de Janeiro

Seleção de cânticos compostos coletivamente para a marcha do 8 de março de 2018.

autoria

Coletiva

Data

8 de Março de 2018

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, violência, feminismo

Tipo

cancioneiro

Descritivo

Impressão sobre papel / A4

Direito autoral

Ato de fundação do Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ

O Movimento Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ teve início a partir de um chamado independente de uma Historiadora e feminista para um ato que aconteceu dia 22 de junho de 2018 no Rio de Janeiro, em apoio à aprovação da legalização do aborto pelo Congresso na Argentina, bloqueada no Senado naquele mesmo ano. Este primeiro ato, chamado Nossa Hora de Legalizar o Aborto, reuniu centenas de mulheres em frente à Alerj e demandava que o aborto fosse discutido e legalizado também no Brasil. Depois disso, mulheres independentes ou ligadas a coletivos e movimentos feministas passaram a se encontrar em assembleia para dar seguimento à organização do Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ enquanto movimento.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

22 de Junho de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, feminismo

Tipo

ato

Descritivo

Ato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj)

Direito autoral

A vida das mulheres negras importa! Por Ingriane e por todas nós.

Em maio de 2018 Ingriane Barbosa Carvalho de Oliveira, 31 anos, mulher negra e pobre, morreu vítima de infecção generalizada após recorrer a um abortamento inseguro em Petrópolis, Rio de Janeiro. Este panfleto foi produzido pelo Nossa Hora de Legalizar o Aborto para expor a precariedade da vida de mulheres pobres e negras no Brasil e para chamar mulheres negras a participar das próximas atividades do grupo.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

Maio de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, violência, feminismo

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / 10 x 15 cm

Direito autoral

Guerrilha gráfica – oficinas de impressão

O Vem pra Luta Amada realiza oficinas de serigrafia e impressão em espaços públicos, atos e eventos feministas, feiras e escolas.

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2018

Local

Brasil

Tema

feminismo, direitos, educação

Tipo

ação

Descritivo

Oficinas públicas de impressão

Direito autoral

Cancioneiro “Nossas Vidas Importam”

Cancioneiro geral do ato “Nossas Vidas Importam”

autoria

Coletiva

Data

Setembro de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, direitos, violência

Tipo

cancioneiro

Descritivo

Impressão sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Abortistas – intervenções urbanas

Numa série de intervenções o Vem pra Luta Amada “veste” estátuas com o lenço verde pela legalização do aborto.

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, direitos reprodutivos

Tipo

ação

Descritivo

Intervenção urbana com aplicação de lenço sobre estátuas

Direito autoral

GRRRL POWER

Este zine foi encontrado pela pesquisadora e zineira Camila Puni na feira de zines no evento punk feminista “Ah que isso! Elas estão empoderadas! #2” organizado pelo coletivo TIAMAT na cidade de Volta Redonda-RJ.

autoria

Marina Sales

Data

2015

Local

São Paulo, São Paulo, Brasil

Tema

feminismo

Tipo

zine

Descritivo

Xerografia, colagem manual e desenhos autorais / A5

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Bandeira-lenço pela legalização do aborto

A bandeira em formato de lenço é um ícone do movimento Nossa Hora de Legalizar o Aborto e foi produzida para o “2° Grande Ato Nossa Hora de Legalizar o Aborto”, realizado na Cinelândia, Rio de Janeiro, no dia 19 de julho de 2018.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

Junho de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos

Tipo

bandeira

Descritivo

Impressão sobre tecido / 430 x 200 cm

Direito autoral

Panfleto para Dia Latino-Americano e Caribenho pela Legalização do Aborto

Este material foi produzido para ser distribuído durante um arrastão feminista na semana anterior ao dia 28 de setembro, Dia Latino-Americano e Caribenho pela Legalização do Aborto de 2018. A peça traz foto do tradicional bandeirão produzido por ativistas feministas do RJ, com a frase “Nenhuma mulher deve ser maltratada, presa ou humilhada por ter feito aborto”. O panfleto traz, ainda, foto de Marielle Franco, vereadora e ativista de direitos humanos assassinada em 2018, e de Ingriane Barbosa de Oliveira, mulher negra, babá, que morreu em Petrópolis (RJ) por abortamento inseguro.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

28 de Setembro de 2019

Data de luta

28 de Setembro - Dia Latino Americano e Caribenho pela Legalização do Aborto

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, feminismo, gênero

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / 10,5 x 14,85cm

Direito autoral

Lenço verde brasileiro pela legalização do aborto

O movimento Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ e o grupo Vem pra Luta Amada criaram em 2018 uma versão nacional do lenço verde que se tornou símbolo Latino-Americano da luta pela legalização do aborto.

autoria

Vem pra Luta Amada, Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, direitos reprodutivos, gênero

Tipo

lenço

Descritivo

impressão sobre tecido / 50 x 25 cm

Direito autoral