Bandeira “Nemhuma a Menos”

A artista e ativista argentina Mariela Scafati, do coletivo Serigrafistas Queer, participou de uma residência artística em 2017 no Rio de Janeiro, no espaço independente de arte Despina, dentro do projeto Arte e Ativismo na América Latina. A artista realizou uma oficina de serigrafia na Casa Nem, onde a tela matriz desta bandeira foi feita coletivamente. Esta bandeira foi impressa naquele mesmo dia. Atenção para a grafia do “nemhuma” com “m”, formando o “nem” da Casa Nem.

autoria

Coletiva

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

violência, direitos, gênero

Tipo

bandeira

Descritivo

Serigrafia sobre tecido / 38 x 26 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Peça para Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher (4)

Foram feitas quatro versões para este peça, cada uma abordando um tema. Esta se refere à vida das mulheres LBTIs.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

25 de Novembro de 2019

Data de luta

25 de Novembro - Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, gênero, violência

Tipo

peça digital

Descritivo

Peça digital retangular / 1000 x 650 px

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Peça para Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher (3)

Foram feitas quatro versões para este peça, cada uma abordando um tema. Esta se refere a vida das mulheres negras.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

25 de Novembro de 2019

Data de luta

25 de Novembro - Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, gênero, violência

Tipo

peça digital

Descritivo

Peça digital retangular / 1000 x 650 px

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Peça para Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher (2)

Foram feitas quatro versões para este peça, cada uma abordando um tema. Esta se refere à vida das mulheres trans.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

25 de Novembro de 2019

Data de luta

25 de Novembro - Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Local

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Tema

feminismo, violência, gênero

Tipo

peça digital

Descritivo

Peça digital retangular / 1000 x 650 px

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Peça para Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher (1)

Foram feitas quatro versões para este peça, cada uma abordando um tema. Esta se refere as mulheres Latino-Americanas.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

25 de Novembro de 2019

Data de luta

25 de Novembro - Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Local

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Tema

gênero, violência, feminismo

Tipo

peça digital

Descritivo

Peça digital retangular / 1000 x 650 px

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Panfleto para Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Este panfleto foi produzido especialmente para ser distribuído pelas integrantes do Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ durante um “arrastão feminista”, ação de mobilização e de conversas com mulheres nas ruas. Traz um chamado para o ato, dados sobre violências contra as mulheres, e informações sobre onde buscar ajuda em caso de violência, com endereços e telefones de casas de acolhimento, delegacias da mulher e outros.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

25 de Novembro de 2019

Data de luta

25 de Novembro - Dia Latino Americano e Caribenho de Combate à Violência Contra a Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

gênero, feminismo, violência

Tipo

panfleto

Descritivo

Panfleto folha A4 (frente e verso) / 21 x 30 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Peça digital pela Legalização do Aborto

Impulsionadas pela legalização do aborto na Irlanda e pela aprovação da pauta no Congresso da Argentina, ativistas feministas organizaram uma marcha no Rio de Janeiro no dia 8 de agosto de 2018 reivindicando a legalização do aborto no Brasil e na América Latina.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

08 de Agosto de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, feminismo, saúde

Tipo

peça digital

Descritivo

Peça digital quadrada / 800 x 800 px

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Para la lucha, desatar nós, tecer nosotras

Este cartaz faz parte de uma série de materiais que foram produzidos coletivamente durante um mutirão no Parquinho Gráfico, na Casa do Povo, em São Paulo, para o ato de 8 de março de 2019, Dia Internacional da Mulher. Em tradução livre, quer dizer “Para a luta, desatar nós, tecer a nós mesmas”.

autoria

Parquinho Gráfico

Data

Março de 2020

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

São Paulo, SP, Brasil

Tema

feminismo, diversidade, sororidade

Tipo

cartaz

Descritivo

Risografia sobre papel / A3

Direito autoral

Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ

29 itens

Nossa Hora de Legalizar o Aborto RJ (NHLA-RJ) é um movimento do Rio de Janeiro iniciado em 2018 que luta pela legalização do aborto no Brasil, a partir do entendimento que o aborto é uma questão de saúde pública e também um passo importante na defesa da liberdade e autonomia das mulheres. O movimento defende e descriminalização e a legalização do aborto em todos os casos, de forma segura e gratuita, para todas as mulheres que desejarem interromper uma gestação.

Democracia

Cartaz enviado na ação Artes pela Democracia.

autoria

Suélen Brito

Data

Março de 2016

Local

Brasil

Tema

democracia, direitos, legislação

Tipo

cartaz

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral