Fora Governo Bolsonaro

Devido ao aumento de casos de Covid-19, o movimento feminista do Rio de Janeiro decidiu não realizar um ato centralizado no dia 8 de março de 2021. Pequenas “brigadas feministas” foram criadas para realizar ações espalhadas pelo território, evitando aglomerações. Este lambe faz parte de uma série criada por Lara Lima, do GT de comunicação do 8M RJ. Centenas de cópias foram impressas em diversos gabinetes aliados e disponibilizadas no Armazém do Campo, na Lapa, para coleta pelas brigadas feministas. Nestes materiais estão as principais bandeiras defendidas pelo movimento em 2021. O eixo do 8M RJ foi: “Mulheres na luta pela vida! Fora governo Bolsonaro, em defesa do SUS, vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, não à privatização da CEDAE”. Ao longo de março, uma segunda versão dos lambes foi criada, sem a identificação do 8M RJ, para que pudessem ser espalhados pelo país. Esta é a versão que disponibilizamos para download.

autoria

Lara Lima

Data

Março de 2021

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

democracia, direitos

Tipo

lambe

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

Mulheres contra a fome

Devido ao aumento de casos de Covid-19, o movimento feminista do Rio de Janeiro decidiu não realizar um ato centralizado no dia 8 de março de 2021. Pequenas “brigadas feministas” foram criadas para realizar ações espalhadas pelo território, evitando aglomerações. Este lambe faz parte de uma série criada por Lara Lima, do GT de comunicação do 8M RJ. Centenas de cópias foram impressas em diversos gabinetes aliados e disponibilizadas no Armazém do Campo, na Lapa, para coleta pelas brigadas feministas. Nestes materiais estão as principais bandeiras defendidas pelo movimento em 2021. O eixo do 8M RJ foi: “Mulheres na luta pela vida! Fora governo Bolsonaro, em defesa do SUS, vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, não à privatização da CEDAE”. Ao longo de março, uma segunda versão dos lambes foi criada, sem a identificação do 8M RJ, para que pudessem ser espalhados pelo país. Esta é a versão que disponibilizamos para download.

autoria

Lara Lima

Data

Março de 2021

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos, desigualdade

Tipo

lambe

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

Três anos sem respostas, sem justiça. Quem mandou matar Marielle?

Devido ao aumento de casos de Covid-19, o movimento feminista do Rio de Janeiro decidiu não realizar um ato centralizado no dia 8 de março de 2021. Pequenas “brigadas feministas” foram criadas para realizar ações espalhadas pelo território, evitando aglomerações. Este lambe faz parte de uma série criada por Lara Lima, do GT de comunicação do 8M RJ. Centenas de cópias foram impressas em diversos gabinetes aliados e disponibilizadas no Armazém do Campo, na Lapa, para coleta pelas brigadas feministas. Nestes materiais estão as principais bandeiras defendidas pelo movimento em 2021. O eixo do 8M RJ foi: “Mulheres na luta pela vida! Fora governo Bolsonaro, em defesa do SUS, vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, não à privatização da CEDAE”. Ao longo de março, uma segunda versão dos lambes foi criada, sem a identificação do 8M RJ, para que pudessem ser espalhados pelo país. Esta é a versão que disponibilizamos para download.

autoria

Lara Lima

Data

Março de 2021

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

democracia, violência, lesbo/trans/feminicídio

Tipo

lambe

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

Três anos sem respostas, sem justiça. Quem mandou matar Marielle? (versão flor)

Devido ao aumento de casos de Covid-19, o movimento feminista do Rio de Janeiro decidiu não realizar um ato centralizado no dia 8 de março de 2021. Pequenas “brigadas feministas” foram criadas para realizar ações espalhadas pelo território, evitando aglomerações. Este lambe faz parte de uma série criada por Lara Lima, do GT de comunicação do 8M RJ. Centenas de cópias foram impressas em diversos gabinetes aliados e disponibilizadas no Armazém do Campo, na Lapa, para coleta pelas brigadas feministas. Nestes materiais estão as principais bandeiras defendidas pelo movimento em 2021. O eixo do 8M RJ foi: “Mulheres na luta pela vida! Fora governo Bolsonaro, em defesa do SUS, vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, não à privatização da CEDAE”. Ao longo de março, uma segunda versão dos lambes foi criada, sem a identificação do 8M RJ, para que pudessem ser espalhados pelo país. Esta é a versão que disponibilizamos para download.

autoria

Lara Lima

Data

Março de 2021

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

democracia, violência

Tipo

lambe

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

Gestantes vivas e com direitos

Devido ao aumento de casos de Covid-19, o movimento feminista do Rio de Janeiro decidiu não realizar um ato centralizado no dia 8 de março de 2021. Pequenas “brigadas feministas” foram criadas para realizar ações espalhadas pelo território, evitando aglomerações. Este lambe faz parte de uma série criada por Lara Lima, do GT de comunicação do 8M RJ. Centenas de cópias foram impressas em diversos gabinetes aliados e disponibilizadas no Armazém do Campo, na Lapa, para coleta pelas brigadas feministas. Nestes materiais estão as principais bandeiras defendidas pelo movimento em 2021. O eixo do 8M RJ foi: “Mulheres na luta pela vida! Fora governo Bolsonaro, em defesa do SUS, vacina para todes e auxílio emergencial já! Água é um direito, não à privatização da CEDAE”. Ao longo de março, uma segunda versão dos lambes foi criada, sem a identificação do 8M RJ, para que pudessem ser espalhados pelo país. Esta é a versão que disponibilizamos para download.

autoria

Lara Lima

Data

Março de 2021

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, violência, direitos reprodutivos

Tipo

lambe

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

“Viva o SUS” e “Ninguém larga a mão de ninguém”

Fachada de casa fotografada na Rua Almirante Alexandrino, em Santa Teresa, Rio de Janeiro. Durante a pandemia do Covid-19 as janelas e muros foram mais do que nunca meios de comunicação, borrando as fronteiras entre fora e dentro, vida privada e posicionamento público.

autoria

Desconhecida

Data

2020

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

saúde, feminismo, sororidade

Tipo

bandeira

Descritivo

Tinta, aplicações e bordados sobre tecidos / dimensões variadas

Direito autoral

Todos os direitos reservados

8M RJ Greve Geral

Panfletos criados pelo 8M Rio de Janeiro, para fomentar a Greve Geral contra as reformas da Previdência, a supressão de direitos e a prisão de Rafael Braga, no ano de 2017.

autoria

8M Rio de Janeiro

Data

28 de Abril de 2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos, trabalho, racismo

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / A5

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Bandeira “Marielle presente”

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

violência

Tipo

bandeira

Descritivo

Impressão serigráfica sobre tecido / 40 x 30 cm

Direito autoral

Panfletos “Prostituição não é crime”

Panfletos impressos em 2018 para a campanha de conscientização sobre os direitos relacionados ao trabalho sexual contidos no Código Brasileiro de Ocupações (CBO).

Em cada um dos panfletos, é exibido o seguinte texto: “CBO 5198-05 Profissional do sexo: Garota/o de programa, Meretriz, Messalina, Michê, Mulher da vida, Prostituta, Trabalhador/a do sexo. Buscam programas sexuais; atendem e acompanham clientes; participam em ações educativas no campo da sexualidade. As atividades são exercidas seguindo normas e procedimentos que minimizem a vulnerabilidade da profissão”.

autoria

Transrevolução, Open Society

Data

2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

trabalho, direitos, democracia

Tipo

panfleto

Descritivo

Arquivo digital

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Troféu Prepara Nem

Em 2015, alunes resolveram lançar o Primeiro Prêmio Prepara Nem de Honra ao Mérito para homenagear Indianarae Siqueira, uma das fundadoras da Casa Nem

autoria

Casa Nem

Data

2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

educação, LGBTQIA+, diversidade

Tipo

prêmio

Descritivo

Impressão em acrílico / 20x15cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados