8M RJ Greve Geral

Panfletos criados pelo 8M Rio de Janeiro, para fomentar a Greve Geral contra as reformas da Previdência, a supressão de direitos e a prisão de Rafael Braga, no ano de 2017.

autoria

8M Rio de Janeiro

Data

28 de Abril de 2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos, trabalho, racismo

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / A5

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Adesivo 8M #EuParo CAMTRA

Adesivo produzido pela Casa da Mulher Trabalhadora para convocar para a Greve Internacional de Mulheres de 2017

autoria

CAMTRA (Casa da Mulher Trabalhadora)

Data

8 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

sororidade, feminismo, trabalho

Tipo

adesivo

Descritivo

Impressão sobre papel adesivo / 5x5cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Adesivo “Mulheres na Política”

Adesivos produzidos para o evento “Mulheres na Política“, organizado pela então vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) em 2017. O encontro, realizado na sede da ABI (Associação Brasileira de Imprensa), contou com a presença de: Talíria Petrone, Luciana Boiteux, Jaqueline Gomes de Jesus, Dani Monteiro, Dyonne Boy, Ivanete Silva, Manoela Miklos, Rose Cipriano, Sandra Quintela, Sônia Guajajara e Tatianny Araújo


autoria

mandato Marielle Franco (PSOL)

Data

30 de Novembro de 2017

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, democracia, sororidade

Tipo

adesivo

Descritivo

Impressão sobre papel colante / 10x10cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Bandeira anarco-queer

Alua, Indianarae Siqueira e Liège Nonvieri posam com a bandeira anarco-queer diante da sede da Casa Nem no Flamengo.

autoria

Casa Nem

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+

Tipo

bandeira

Descritivo

Tecido tingido de preto e rosa / 200 x 150 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

A vida das mulheres negras importa! Por Ingriane e por todas nós.

Em maio de 2018 Ingriane Barbosa Carvalho de Oliveira, 31 anos, mulher negra e pobre, morreu vítima de infecção generalizada após recorrer a um abortamento inseguro em Petrópolis, Rio de Janeiro. Este panfleto foi produzido pelo Nossa Hora de Legalizar o Aborto para expor a precariedade da vida de mulheres pobres e negras no Brasil e para chamar mulheres negras a participar das próximas atividades do grupo.

autoria

Nossa Hora de Legalizar o Aborto

Data

Maio de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos reprodutivos, violência, feminismo

Tipo

panfleto

Descritivo

Impressão sobre papel / 10 x 15 cm

Direito autoral

Bandeira FIST

Lhuquita, Luna Maria, Atena Maria, Samire, Claudete, Kelvin Rafael e Alixia se reúnem diante da Casa Nem com a faixa da Frente Internacionalista de Sem Tetos (LGBTI).

autoria

Casa Nem

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+, direitos

Tipo

faixa

Descritivo

Impressão sobre tecido / 200 x 150 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Guerrilha gráfica – oficinas de impressão

O Vem pra Luta Amada realiza oficinas de serigrafia e impressão em espaços públicos, atos e eventos feministas, feiras e escolas.

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2018

Local

Brasil

Tema

feminismo, direitos, educação

Tipo

ação

Descritivo

Oficinas públicas de impressão

Direito autoral

Mais livros menos armas

Menos violência e militarismo, mais investimentos em educação – esta tela foi criada para as oficinas voltadas para crianças.

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

violência, educação

Tipo

tela de serigrafia

Descritivo

Tela de serigrafia recortada manualmente / 40 x 50 cm

Direito autoral

Vem pra Luta Amada

Segunda tela de serigrafia feita pelo grupo, em 2017, e adotada como nome. Um chamado carinhoso para as compas se engajarem no ativismo e uma declaração de amor à própria luta feminista, por sua capacidade de provocar as mudanças necessárias para um mundo com justiça social.

autoria

Vem pra Luta Amada

Data

2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo

Tipo

tela de serigrafia

Descritivo

Tela de serigrafia recortada manualmente / 30 x 40 cm

Direito autoral

Megafone Casa Nem

Instrumento de luta usada por ativistas da Casa Nem desde pelo menos a Marcha das Vadias de 2013. Megafone tem um adesivo da bota amarela com gelo, símbolo do “Isoporzinho das Sapatão” (evento criado por e para mulheres lésbicas e bissexuais, cis e trans), e um adesivo no qual se lê “O brilho dessa cidade sou eu!”.

autoria

Casa Nem

Data

2013

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

democracia, LGBTQIA+, direitos

Tipo

megafone

Descritivo

Megafone cinza com adesivos

Direito autoral

Todos os direitos reservados