Cerveja Prepara Nem

Unidades desta cerveja foram produzidas para serem leiloadas na festa de formatura da primeira turma do curso Prepara Nem, em 2015.

autoria

Casa Nem

Data

2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

educação, LGBTQIA+

Tipo

bebida

Descritivo

Rótulo impresso em papel aplicado sobre garrafa

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Bandeira anarco-queer

Alua, Indianarae Siqueira e Liège Nonvieri posam com a bandeira anarco-queer diante da sede da Casa Nem no Flamengo.

autoria

Casa Nem

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+

Tipo

bandeira

Descritivo

Tecido tingido de preto e rosa / 200 x 150 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Bandeira FIST

Lhuquita, Luna Maria, Atena Maria, Samire, Claudete, Kelvin Rafael e Alixia se reúnem diante da Casa Nem com a faixa da Frente Internacionalista de Sem Tetos (LGBTI).

autoria

Casa Nem

Data

2019

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+, direitos

Tipo

faixa

Descritivo

Impressão sobre tecido / 200 x 150 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

CARCAÇA TRANS

A pesquisadora Camila Puni conheceu o trabalho de Tailor na feira de zines TESOURA #1 que aconteceu na Lapa, Rio de Janeiro. Neste zine Tailor faz uma crítica ácida à transfobia, principalmente em relação à trans-homens no movimento feminista.

autoria

Tailor

Data

2015

Local

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil

Tema

feminismo

Tipo

zine

Descritivo

Xerografia, desenho digital e impressão laser p&b / A5

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Sertransneja

Cordel do coletivo de artistas Xica Manicongo, que atuou no Rio de Janeiro de 2017 a 2019.

autoria

Tertuliana Lustosa, Wescla Vasconcelos, A Marcia Mascarenhas, Matheusa Passareli, Coletivo Xica Manicongo, Lidi Oliveira

Data

2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, direitos, LGBTQIA+

Tipo

cordel

Descritivo

Xilogravura e impressão sobre papel / 15 x 10,5 cm

Direito autoral

Calendário 2016 Prepara Nem

Projeto de 2015 elaborado para ajudar o custeio do Prepara Nem, curso preparatório para o Enem voltado para transvestigêneres, de 2016. Participaram como modeles: Halluxx Maranhão/janeiro (estudante da primeira turma), Lara Lincon/fevereiro (estudante da primeira turma), Daniela Faria/março (uma das fundadoras da Casa Nem), Thifany Branco/abril (primeira turma), Indianarae Siqueira/maio (uma das fundadoras) , Luiza Ferreira/junho (primeira turma), Tyfany Stacy/julho (primeira turma), Gisele Lisboa/agosto (primeira turma), Tertuliana Mascarenhas Lustosa/setembro (professora de História da Arte da primeira turma), Letícia Suhet/outubro (primeira turma), Bárbara Aires/novembro (primeira turma) e Luciana Vasconcelos/dezembro (uma das fundadoras).

autoria

Ana Condeixa, Suelen Mariano, Ângela Pingo, Ricardo Schmidt, Crysla Muniz, Michelle Mariana Passos, Antonio Kvalo

Data

2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

direitos, LGBTQIA+, educação

Tipo

calendário

Descritivo

Impressão em preto e branco sobre papel / 27 páginas / 41 x 29 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Fotografia “Não se nasce mulher, torna-se traveca”

Registro feito durante a Marcha das Vadias de 2015 com Hallux (ajoelhado), Tertuliana Mascarenhas Lustosa e Luciana Vasconcelos.

autoria

Casa Nem

Data

2015

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

gênero, diversidade, LGBTQIA+

Tipo

foto/registro

Descritivo

Impressão de foto p&b / 24 x 21 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Megafone Casa Nem

Instrumento de luta usada por ativistas da Casa Nem desde pelo menos a Marcha das Vadias de 2013. Megafone tem um adesivo da bota amarela com gelo, símbolo do “Isoporzinho das Sapatão” (evento criado por e para mulheres lésbicas e bissexuais, cis e trans), e um adesivo no qual se lê “O brilho dessa cidade sou eu!”.

autoria

Casa Nem

Data

2013

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

democracia, LGBTQIA+, direitos

Tipo

megafone

Descritivo

Megafone cinza com adesivos

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Faixa da fachada da Casa Nem no Flamengo

Moradoras e moradores da Casa Nem foram desalojades em plena pandemia. Foi somente em agosto de 2020 que o poder público ofereceu um sobrado no Flamengo para ser ocupado pela comunidade transvestigênere do Rio de Janeiro como novo local de resistência. A nova sede ostenta em sua fachada uma faixa que identifica o local.

autoria

Casa Nem

Data

2020

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+, gênero

Tipo

faixa

Descritivo

Impressão sobre lona/ 375x100cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Paredes que falam

Guilherme Altmayer (Tropicuir) registrou os últimos momentos antes da saída da Casa Nem de seu endereço original, no Beco do Rato, na Lapa. Em dezembro de 2018, o pesquisador fez o registro das mensagens políticas impressas nas paredes da primeira sede deste importante abrigo e centro de resistência LGBTQIA+ do Rio de Janeiro.

autoria

Guilherme Altmayer

Data

Dezembro de 2018

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

diversidade, LGBTQIA+, gênero

Tipo

foto/registro

Descritivo

Fotografia digital

Direito autoral

Todos os direitos reservados