Parem de nos matar

Este cartaz foi produzido pela artista e ativista Marcela Fauth para a marcha no Dia Internacional da Mulher de 2018, no Rio de Janeiro. Em sangue menstrual, o grito urgente denunciava o alarmante crescimento nas taxas de feminicídio naquele ano. A artista utiliza fluídos corporais em diversas obras, e sua prática artística toma forma no dia-a-dia, nas investigações das tarefas e dos processos de trabalho, nas simbologias presentes no desenvolvimento das ações e no seu próprio posicionamento perante o mundo, como mulher, trabalhadora e artista. Além de abordar questões relativas ao universo feminino e à expressão das angústias de gênero, a artista também busca problematizar temas como auto-imagem/auto-representação, alteridade, o corpo e seus desdobramentos no contexto sociocultural e político do mundo contemporâneo, tendo a performance como um dos principais suportes.

Este conteúdo foi produzido e inserido como contrapartida do Inciso II da Lei Aldir Blanc, Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Especial de Cultura/ Ministério do Turismo e Governo Federal.

autoria

Marcela Fauth

Data

Março de 2018

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, lesbo/trans/feminicídio

Tipo

cartaz

Descritivo

Sangue menstrual sobre cartolina aplicada em papel pluma / 42cm x 59cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados

#EuParo #IStrike #YoParo

Cartazes criados para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Ana Lobo

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre , RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Nós vamos resistir

Cartazes criados para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Ana Lobo

Data

8 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Eu paro pelo fim do feminicídio

Cartazes criados para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Deia Kulpas

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero, lesbo/trans/feminicídio

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Se nossas vidas não importam, produzam sem nós!

Cartaz criado para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Nova Hearth

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero, trabalho

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Greve Internacional de Mulheres

Cartaz criado para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

8M Porto Alegre, Tayngava Design, Lara Werner

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

Greve Internacional de Mulheres

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero, trabalho

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Eu paro pelo fim da cultura do estupro

Cartazes criados para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Julia Dalkmin

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero, violência

Tipo

cartaz

Descritivo

Impresão sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Pelo fim da cultura do estupro

Cartaz criado para fomentar a Greve Internacional de Mulheres no Brasil, em sua primeira edição.

autoria

Juliana Lisboa

Data

08 de Março de 2017

Data de luta

8 de Março - Dia Internacional da Mulher

Local

Porto Alegre, RS, Brasil

Tema

feminismo, gênero, violência

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão digital sobre papel / A4

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Cartaz contra todas as formas de opressão

Lluquita (esq.) e Rafael (dir.) seguram o cartaz que ficava disposto no hall de entrada da primeira sede da Casa Nem, na Lapa.

autoria

Casa Nem

Data

2016

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

LGBTQIA+, diversidade, racismo

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão sobre lona / 2,0 x 1,5 m

Direito autoral

Todos os direitos reservados

Vote em mulheres negras

Este cartaz faz parte da série de lambes #ocupafeministaantiracista, produzidos conjuntamente pelo coletivo Feminicidade e a AMB – Articulação de Mulheres Brasileiras para as eleições de 2020 e foi fotografado na Rua do Lavradio, Lapa, Rio de Janeiro.

autoria

AMB - Articulação de Mulheres Brasileiras, Feminicidade

Data

2020

Local

Rio de Janeiro, RJ, Brasil

Tema

feminismo, racismo, violência

Tipo

cartaz

Descritivo

Impressão sobre papel / 21 x 29 cm

Direito autoral

Todos os direitos reservados